terça-feira, 26 de maio de 2009

BÔNUS TAMBÉM PARA OS CONSTRUTORES DE MENTES!

FOTO: CAMINHADA EDUCACIONISTA EM OURINHOS, 16 DE MAIO DE 2009,MAIOR EVENTO REALIZADO PELO EDUCACIONISMO ATÉ HOJE NO BRASIL!
SE PARA MINISTRA DILMA, A CRIAÇÃO DO BÔNUS ESPECIAL PARA OS SERVIDORES DO Dnit, NÃO É PRIVILÉGIO MAS UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA, PORQUE OS ENGENHEIROS ESTÃO TRABALHANDO COM SALÁRIOS TÃO BAIXO, O QUE ELA DIRIA DOS PROFESSORES?

terça-feira, 19 de maio de 2009

MOVIMENTO EDUCACIONISTA COLOCA 7,5 MIL PESSOAS NAS RUAS DE OURINHOS

MOVIMENTO EDUCACIONISTA DO BRASIL - MEB ,
COLOCOU, NA MANHÃ DE SÁBADO, 16 DE MAIO,
7,5 MIL PESSOAS NUMA CAMINHADA EDUCACIONISTA PELAS RUAS DE OURINHOS.
OS NÚMEROS FORAM FORNECIDOS PELA POLÍCIA MILITAR.






Professores, pais, alunos e a convite da Secretária de Educação do Município, MAURA CRISTIANE BALBINOT, 13 escolas, públicas e particulares, participaram da caminhada.



ISSO NÃO É FOTOMONTAGEM!
É O BRASIL ACORDANDO!
QUE O CAMINHO É A EDUCAÇÃO!



EDUCACIONISMO FAZ SEU MAIOR EVENTO ATÉ HOJE NO BRASIL!

O Fórum Regional do Educacionismo em Ourinhos, realizado nos dias 15 e 16 de maio, se transformou no maior evento já realizado pelo Educacionismo no Brasil.
Com lotação do Teatro Municipal na palestra de abertura; 1300 litros de leite Longa Vida arrecadados e doados ao Fundo de Solidariedade de Ourinhos; 350 livros vendidos ; mais de 7,5 mil pessoas na Caminhada do Educação Já - dados da Polícia Militar de Ourinhos, e a realização das Mesas de discussão com a participação de educacionistas de 38 cidades: do norte do Paraná, do Estado de São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Bahia e do Rio Grande do Sul ; além da histórica oficialização do MEB.
O evento que custou R$ 30.000,00, foi organizado por Ney Bravo, secretário executivo do MEB e Maria Rachel Coelho, diretora-presidente do MEB, que buscaram parcerias na cidade para trazer o Senador.

O Movimento Educacionista do Brasil - MEB, que nasceu dia 4 de abril de 2009 na Câmara Municipal de Indaiatuba, com 108 Educacionistas dos Estados do Amazonas, Bahia, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná, Pará, Pernambuco, Paraíba e Espírito Santo foi oficializado na última sexta-feira, dia 15 de maio de 2009, com a aprovação e adesão do Senador Cristovam Buarque.

Gostaria de agradecer à todos que de uma forma ou de outra contribuiram para o sucesso absoluto deste evento!

Foto: Jean Lucas Costa, Conselheiro Consultivo do Movimento Educacionista do Brasil – MEB, fez um breve e belo discurso sobre a importância do Educacionismo.

O senador Cristovam Buarque abriu o Fórum Regional do Educacionismo 2009 confessando que realizou um sonho: de conhecer a cidade de Ourinhos, cidade natal de seu amigo de infância Jefferson Del Rio. Se disse, ainda, emocionado com a apresentação do Frevo pelo Grupo de Dança e impressionado com o discurso de Jean, que segundo ele é fantástico!

Ricardo Menezes de Mato Grosso do Sul, Fátima Sório de São Paulo, Vera Veronesi da Bahia são Conselheiros do MEB. E José Francisco Junior que é o Coordenador MEB na cidade de Ourinhos.

Foto: Da esquerda para direita: Bruno Arevaldo Ganen, Conselheiro Consultivo do MEB; José Francisco Junior, Coordenador do N.E. Ourinhos; Vera Veronesi, Conselheira Fiscal do MEB; CRISTOVAM BUARQUE, ASSOCIADO FUNDADOR DO MEB; Jean Lucas Costa, Conselheiro Consultivo do MEB, Maria Rachel Coelho Pereira, diretora presidenta do MEB e Ricardo Luis Gomes de Menezes, Conselheiro Fiscal do MEB.


Foto: Jantar após a palestra
NA MANHÃ DO DIA SEGUINTE, 16 DE MAIO, UMA CAMINHADA DO MOVIMENTO EDUCACIONISTA DO BRASIL COM 7,5 MIL PESSOAS PELAS RUAS DE OURINHOS!

http://www.educacionismomebiano.blogspot.com/

sábado, 9 de maio de 2009

NOVA FRIBURGO: EDUCACIONISTA!

NOVA FRIBURGO COMEMOROU ONTEM O PRIMEIRO DIA DO COMPROMISSO COM A CRIANÇA E COM A EDUCAÇÃO, ESTABELECIDO PELA LEI 3.742/2008 E QUE TEVE INSPIRAÇÃO NO LIVRO DE CRISTOVAM BUARQUE “ 17 SUGESTÕES DE POLÍTICAS PÚBLICAS PARA MELHORAR A EDUCAÇÃO NO MUNICÍPIO". A LEI É DE AUTORIA DO VEREADOR PIERRE MORAES, COORDENADOR DO N.E. NOVA FRIBURGO.
A CIDADE VIVEU UM DIA HISTÓRICO. E FOI DECLARADA OFICIALMENTE A PRIMEIRA CIDADE EDUCACIONISTA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO.

NA CHEGADA AO TEATRO MUNICIPAL DE NOVA FRIBURGO, ARIANO SUASSUNA, MAIS DE 600 PESSOAS AGUARDAVAM POR CRISTOVAM. MUITOS DO LADO DE FORA OU ATÉ EM PÉ PARA VER O GRANDE MITO DO SÉCULO XXI.

RAPHAEL VERONESE ABRIU O EVENTO E EMOCIONOU A TODOS COM SEU TALENTO E MÚSICAS DO CD CARAVANA.
RAPHAEL É SOBRINHO DE VERA VERONESE, NOSSA COORDENADORA NO ESTADO DA BAHIA.
O TEATRO MUNICIPAL, QUE TEM CAPACIDADE PARA 600 PESSOAS, TEVE SUPER LOTAÇÃO. ESTAVAM PRESENTES O PREFEITO DA CIDADE, HERÓDOTO BENTO DE MELLO E A SECRETÁRIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE NOVA FFRIBURGO, LEDIR FERREIRA PORTO.

FOTO: COM O PROFESSOR ALEXANDRE GAZE, PRÓ-REITOR DA UNIVERSIDADE CÂNDIDO MENDES RUMO A NOSSA CAMINHADA EDUCACIONISTA.

NA SAÍDA DO TEATRO TODOS CAMINHAMOS EM DIREÇÃO À PRAÇA DERMEVAL BARBOSA MOREIRA, COM NOSSO SÍMBOLO MAIOR: NOSSA BANDEIRA: “EDUCAÇÃO É PROGRESSO” . DE MÃOS DADAS ABRAÇAMOS A PRAÇA COM UMA IMENSA CIRANDA.

FOTO: PIERRE MORAES, VEREADOR E COORDENADOR DO N.E. NOVA FRIBURGO.
A DATA ESCOLHIDA FOI EM FUNÇÃO DE TER SIDO DIA 8 DE MAIO DE 1985 QUE O EX-GOVERNADOR LEONEL BRIZOLA INAUGUROU O PRIMEIRO DOS 500 CIEPs, CENTRO INTEGRADO DE ENSINO PÚBLICO,SEU SONHO DE ESCOLA EM TEMPO INTEGRAL E DE EDUCAÇÃO PÚBLICA DE QUALIDADE PARA TODOS.

quinta-feira, 7 de maio de 2009

O PRIMEIRO PASSO

O PRIMEIRO PASSO
* Por Cristovam Buarque

Para mudar a vergonha e os riscos da nossa tragédia educacional, o Brasil precisa dar um primeiro passo: definir "o que é uma escola". Só então esse conceito poderá ser repetido nas 200 mil escolas que recebem nossos 50 milhões de crianças e jovens. Definindo o que é escola, poderemos transformar essas quase-escolas em verdadeiras escolas.
Ser escola, neste início de Século XXI, é: garantir acesso e permanência de todos; ter professores muito bem remunerados, preparados e dedicados; funcionar em prédios bonitos, confortáveis e bem conservados; dispor dos equipamentos pedagógicos mais modernos; funcionar em horário integral, complementando a instrução com atividades lúdicas, esportivas e culturais; preparar o aluno para aprender a aprender, de maneira que ele construa seu processo educativo mesmo depois de sair da escola; garantir a participação dos pais; receber toda a comunidade nos fins de semana.
Hoje, são chamados de escolas prédios que não merecem esse nome: não têm professores nem livros; não são edificações eficientes nem confortáveis; não possuem equipamentos pedagógicos modernos.
Na maioria dos casos, o que chamamos escola não é. Parece escola, é quase-escola, semi-escola, pseudo-escola. A maior parte são restaurantes-mirins, aonde a criança vai para comer a merenda, e nada mais. Sem permanência, sem freqüência, sem aprendizado, sem promoção com aproveitamento.
Só começaremos a revolucionar a educação brasileira quando todas as 200 mil edificações que chamamos de escola mereçam realmente levar esse nome.
* Senador da República pelo PDT do DF e Professor da UnB.

Artigo publicado no jornal O Dia em 07 de maio de 2009.

terça-feira, 5 de maio de 2009

EDUCACIONISMO EM NOVA FRIBURGO - CONVITE

NO DIA 8 DE MAIO, PRÓXIMA SEXTA, EM VIRTUDE DO DIA MUNICIPAL DO COMPROMISSO COM A CRIANÇA, O ADOLESCENTE E A EDUCAÇÃO , A CIDADE DE NOVA FRIBURGO GANHA UM PRESENTE: CRISTOVAM BUARQUE!

O senador profere palestra a paritr das 14:00 no Teatro Municipal de Nova Friburgo com o tema: O que é o Educacionismo e a necessidade de os políticos e a sociedade se comprometerem com as causas ligadas à criança, ao adolescente e à educação.
Em seguida, faremos nossa Caminhada Educacionista em direção à Praça Dermeval Barbosa Moreira, onde o senador fará um breve discurso e entregará aos prefeitos e demais autoridades de 24 Municípios presentes o livreto com as 17 propostas educacionistas para os Municípios.
VOCÊ É NOSSO CONVIDADO! VENHA PARTICIPAR DESSE DIA HISTÓRICO COM
CRISTOVAM BUARQUE!
ESSE É O CARA!

sábado, 2 de maio de 2009

REPÚBLICA INCOMPLETA

REPÚBLICA INCOMPLETA

*Por Jorge Portugal

Em breve, duas propostas que podem mudar substancialmente esse país estarão indo ao congresso nacional a fim de serem debatidas e votadas.
Interessante que, a meu ver, elas são complementares e filhas da mesma essência democrática e republicana: a proposta de mudança da Lei Rouanet, do MINC, e a proposta do senador Cristovam Buarque, pela qual daqui a sete anos TODOS os filhos de detentores de mandato eletivo – de vereador a presidente da república – devem ser matriculados na rede pública de ensino.
Sabemos todos que as desigualdades sociais e econômicas são, em muito, eternizadas pela má-distribuição da informação.Isso ocorre de duas formas: primeiro, pelo sucateamento e abandono da rede pública de ensino, disponibilizando aos filhos do povo uma escola de péssima qualidade, com currículos defasados e professores mal formados e insatisfeitos; segundo, pela negação ao acesso aos bens culturais ( teatro, cinema, exposições, livros) a grande parte do povo brasileiro, vez que a lei de incentivo cultural que nós temos promove a concentração desses bens no eixo Rio-São Paulo, submetendo o resto do país ao lixo da programação da TV aberta ou a nenhum conhecimento do nosso invejável patrimônio artístico.
Como educador durante 30 anos, pude constatar o quanto a nossa juventude ( mesmo a de classe média alta) desconhece completamente o melhor de nossa música, de nossas artes plásticas, de nossa literatura, do nosso teatro da nossa cultura popular.Essas coisas não chegam à expressiva maioria dos jovens, ao nordeste,ao norte-centro-oeste, à periferia das grandes cidades, nem se conectam minimamente com as salas de aula do nosso ensino médio ou superior.
Não podemos falar de violência urbana, de alto consumo de drogas, de morte das utopias sem levarmos seriamente em conta a inexistência do estímulo intelectual que vem de uma boa formação escolar ou do contato com instigantes conteúdos culturais.
As duas propostas estão aí, no centro do debate nacional.Claro que os eternos inimigos do nosso desenvolvimento educativo-cultural já começaram a exibir suas armas para detoná-las.É fácil de identificá-los: são os mesmos “senhores de engenho” ou “feitores da senzala” hoje travestidos de senadores, deputados, empresários, produtores culturais que ocupam os meios de comunicação para tentar desqualificar os dois projetos.Olho neles! Vamos bombardeá-los com uma “tempestade de e-mails”, numa grande “cybermobilização” , usando a internet, as salas de aula, os escritórios de trabalho, as mesas de bar, a turma da academia.Está em nossas mãos a chance de desatar o grande nó do atraso brasileiro e finalmente completarmos a abolição e a república que permanecem como obras inacabadas.
* Educador, poeta e compositor do Núcleo Educacionista de Salvador - Bahia